Brincar com a comida

Quantos de vocês já não ouviram, eram crianças, a frase “com a comida não se brinca”? Eu posso dizer que, no meu caso, muitas mas se há coisa que a minha mãe sempre fez foi brincar com alimentos e transformá-los em verdadeiras iguarias. Acredito que there’s no such thing as desrespeitar os alimentos, na verdade, a melhor forma de lhes prestar homenagem é retirá-los do pedestal e trabalhá-los sem pretensiosismo, arrogância. É óbvio que em Portugal há imensos lugares onde isso acontece mas, hoje, o meu olhar volta-se para Suécia, mais precisamente Estocolmo. Stefan Eriksson iniciou uma espécie de laboratório, com pessoas oriundas de diferentes áreas, à volta da comida. Tudo é orgânico no Atelier Food, desde os alimentos até simplicidade dos gestos que os confeccionam. Até os preços são terra-a-terra (entre 8€ e 10€)! Na verdade, por que é que boa comida tem de significar preços impraticáveis? Não resisto a mostrar a linha gráfica do Atelier Food criada por Petter Johansson Art Direction And Design (PJADAD), também ela simples, mas cheia de significados. Para mim, brincar com a comida é muitas vezes isto, gostar de saborear cada nunce dos alimentos e não ter de os rotular. Gostar apenas.

Anúncios

Your point of view!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: